quarta-feira, 12 de julho de 2017

Lula


Tenho uma forte estima pessoal por Lula da Silva. Como embaixador de Portugal no Brasil, e depois disso, devo-lhe algumas atenções, que não esqueço. Como cidadão português, sinto-me grato pelas muitas atitudes que dele testemunhei, abertamente favoráveis ao reforço das relações com Portugal, muitas vezes à revelia de certos setores oficiais brasileiros. Além disso, e no plano político, conservo um imenso apreço pelas medidas que Lula tomou em favor das pessoas mais desprotegidas do Brasil, que mudaram, para bem melhor, a vida de muitos milhões de brasileiros.

Lula da Silva acaba de ser condenado, em primeira instância, por crimes de corrupção. Se a sentença vier a ser confirmada, e sem infirmar por um instante tudo quanto acima escrevi, espero que Lula da Silva seja punido pelos crimes que venha a ficar claramente provado que cometeu. Se vier a ser inocentado, lamentarei, como amigo, que a Justiça o tenha feito passar por essa provação. Em qualquer dos casos, que fique claro: a minha estima pessoal por ele permanecerá.

É assim que eu vejo a vida.

14 comentários:

Célia Rangel disse...

Quem somos nós para julgá-lo! Mas, é muito triste ver a orfandade política a que submeteram nosso Brasil. Urge uma grande faxina moral e ética para recobrarmos nossos valores morais. Ainda há muito por vir à tona, infelizmente!
Parabenizo-o por seu posicionamento.
Abraço,
Célia Rangel / Brasil

josé ricardo disse...

E vê muito bem...

Anónimo disse...

Como se o senhor embaixador acreditasse que ele é inocente! Ponha lá uma velinha no santinho para ver se ajuda a não se descobrir a verdade.

Anónimo disse...

Sempre achei o eng Montenegro um sonso e agora abandonava a liderança parlamentar como quem não quer a coisa. Sabe se agora que houve viagens, como houve com o Sénec campos Ferreira que João Soares em tempos elogiara. No país da amnésia até já se falava de Mac para lhe suceder. Portugal não é melhor que o Brasil , embora o embaixador não tenha foto ao lado do eng. Montenegro.

Anónimo disse...

Toda a Estrutura Superior Federal do Estado Brasileiro - independente do quadrante Partidário - irá ser decapitada pelo mesmo caminho. E esse é um problema serio...

Joaquim de Freitas disse...

Devo ter cruzado Lula aquando das visitas profissionais que fiz no” triângulo” ABC, em São Paulo, São Bernardo do Campo mais precisamente, numa fábrica automóvel. Ouvia-se falar dum sindicalista reputado e dum tribuno carismático.

Não me admirei da carreira de Lula. Ele tinha várias referências para, um dia, ser o que foi. E uma delas foi a de ter conhecido a miséria extrema, idêntica à da maioria dos brasileiros.

Muitos observadores foram surpreendidos quando o ex-sindicalista de Pernambuco conseguiu chegar à presidência, num país como o Brasil, sem o apoio dos meios de comunicação, que normalmente formata a opinião pública.

Lula soube criar uma comunicação directa com o povo, passando por cima dos meios de comunicação de massas, apesar da existência desse contra poder enorme que se chama Globo, que o levou à sua queda, independentemente do crime de corrupção que cometeu.

Pobres brasileiros, que devem afrontar hoje o governo ilegítimo de Temer, incorrupto, como se sabe (!), que visa a destruição implacável de tudo o que caracterizou o governo de Lula e Dilma, isto é, o sentido social que o país construiu desde a Constituição de 1988.

O programa é devastador, da reforma das pensões e reformas e do trabalho, aos programas de desmantelamento das bolsas de acesso ao ensino superior, à propriedade e sobretudo a Bolsa Família., sem falar do complot contra a pesquisa cientifica e a cultura, fechando instituições, suprimindo orquestras sinfónicas, minando as universidades publicas, e atacando os serviços de saúde publica.

Vão ser precisos muitos anos para reconstruir, com perdas incalculáveis em termos de progresso, de recursos e de capacidades.

O que está em curso é uma catástrofe social de grande amplitude, com um massacre dos direitos jamais vista na história do Brasil.

Dum ponto de vista económico, Brasília está à venda. Basta vê-los à volta do governo para apanhar o petróleo e o gás, serviços e estruturas, bem-estar e direitos sociais, perdoando as dívidas da agro-indústria, verdadeira piratagem económica.

O resultado é uma economia paralisada com perto de 13 milhões de desempregados, empresas fechando as portas e a produção ao ralenti (Ford pôs o pessoal de férias).

O milagre da recuperação rápida é uma grande mentira.

A perda da modéstia transformou-se em cinismo e em desprezo sem escrúpulos e decência. Assim vejo a grande farsa reunida à volta do “impeachment”. Se a sociedade se mobilizou contra a corrupção, foi para cair nas mãos do maior bando de corruptos, maior e mais bem organizado que o Brasil conheceu até hoje, perfeitamente tranquilo na promoção da sua autoprotecção, sem ter conta das exigências da moral publica.

Mas, como muito bem escreve o Senhor Embaixador, se Lula é culpado que seja condenado, mas não são os seus sucessores actuais que farão voltar o Brasil à superfície.

Anónimo disse...

Em todo o caso: a estima pessoal não deriva do apreço por um determinado conjunto explícito de comportamentos e do pressuposto que outro tipo de comportamentos não explícitos estejam de acordo com o expectável? É que pode ser considerado uma "traição" descobrir-se que um amigo não é afinal o que sempre pensámos o que ele seria.
João Vieira

Anónimo disse...

O amor ( e a amizade) é anterior e Superior ao Direito...
Penso que é isto

Anónimo disse...

Ao anónimo das 03:16
A presunção da culpa é os julgamentos na praça pública são o fim do Estado de Direito. Todos já achavam Lula culpado antes da sentença do Tribunal. E é hoje assim sobre qualquer pessoa suspeita seja do que for. É a nova inquisição. Talvez até pior.
Fernando Neves

Anónimo disse...

Torturei-me lendo três vezes o habitual testamento professoral do Freitas. Mas, desta vez, valeu a pena, catano!!! Nem uma referência aos Estados Unidos! O Brasil consegue afundar-se sem precisar de levar um tiro dos "ianques".

Anónimo disse...

Num pais em que a Presidente é afastada por motivo nenhum, sendo substituida por alguem corrupto ate a medula e com varios processos graves e não lhe acontece nada, faz pensar que a justiça Brasileira tambem ja esta cooptada pela mafia la do sitio. Ver aquela triste figura de nome moro aplicando expedientes legais de forma sectaria, faz pensar se ele é realmente um agente da lei que a aplica de forma imparcial ou se serve dele para seus interesses. De qualquer forma a mim pouco interessa, o Brasil bem que pode afundar é-me indiferente. Quanto aos defensores do governo e mafia (cochinhas) que por ai pululam no seu estilo muito caracteristico a defender a sua tribo como se fossem vacas sagradas e a atacar os outros como se fossem o diabo so lhes digo... tenho a certeza que daqui a 2 anos tambem ja andarão a ganir

Joaquim de Freitas disse...

Oh anónimo das 18:08
: Você é um masoquista, homem ! Mas talvez você não saiba dizer mais nada…

Anónimo disse...

A intervenção do Freitas, no entanto, preocupa-me: devemos temer que ele - para além de tudo o que lhe cheire a americanos, também passe a interessar-se pelo Brasil? Se for por meter "américas", decrete-se já que o Brasil é em Marte!

Anónimo disse...


Nunca na História deste País houve um "artista" tão completo!
Também não é difícil sê-lo num País sem Escola, sem Letras, sem Leitura.
Com papas e bolos .... Grrrrrrrrrrrrrrrrrrr .... Nojo!